×

Guia de Serviços de Alagoas

Início Serviços Órgãos Unidades de Atendimento Centrais de Atendimento JÁ! Dados Abertos Sobre

Cadastro de familiares e amigos para visita a preso custodiado no Sistema Prisional de Alagoas

O que é?

Procedimento por meio do qual é realizado o desbloqueio do cadastro de visitantes para visita social e íntima e entrega de alimentos a presos custodiados no Sistema Prisional de Alagoas.

O (a) reeducando (a) ao ingressar no Sistema Penitenciário somente poderá receber visitas após o término do período de triagem, o qual será de no mínimo 15 (quinze) e no máximo 30 (trinta) dias. Cada reeducando pode inserir em seu Cadastro de Visitas até 04 (quatro) familiares e apenas 02 (dois) podem entrar na Unidade por vez.

Para fins de padronização fica definida a existência de dois tipos de visita, a saber:

I – visita Social onde será autorizada a entrada dos visitantes cadastrados junto a Chefia da Unidade e nas quantidades definidas nesta Portaria;

II – visita Íntima onde será autorizada apenas a entrada de cônjuge devidamente cadastrado junto a Chefia da Unidade.

Os dias de visita ocorrerão aos sábados e domingos com entrada das 09h00 às 14h00, e saída da 14h00 às 16h00, nos termos que seguem:

I - 50% dos reeducandos receberão seus visitantes aos sábados e os outros 50% aos domingos, alternados a cada final de semana;

II - a Visita Íntima será concedida 02 (duas) vezes por mês em finais de semana alternados aos da Visita Social;

III - será permitida a entrada e permanência de crianças e adolescentes, compreendendo irmãos, filhos, netos e aqueles com apresentação de autorização judicial, descritos no cadastro do reeducando(a) nas unidades prisionais por meio de comprovação no Sistema de Controle de Visitas, somente nos finais de semana que estiverem ocorrendo Visitas Sociais, devendo, por ocasião da visita, estar devidamente acompanhados pela mãe, pai ou responsável legal, assim como por familiares de primeiro grau;

Fica terminantemente proibida a visita de crianças e adolescentes a reeducandos que tenham cometido crimes sexuais, salvo por autorização judicial, expedida pelo Juiz de Direito da Vara de Execuções Penais.

 

 

 

Quem pode realizar?

Familiares de reeducandos

Amigos de reeducandos

Tempo estimado para realizar esse serviço

Em até 4 horas

Etapas para a realização deste serviço

  • 1

    Realização do Cadastro

    O interessado deverá comparecer à Unidade Prisional no qual o preso está recolhido munido de originais e cópias de RG, CPF, comprovante de residência e certidão de união estável ou casamento, no caso de cônguje. Caso não saiba qual a Unidade Prisional que o preso se encontra, comparecer à Chefia de Serviços Penais.

    Documentos necessários:

    • Carteira de Identidade (RG)
    • CPF
    • Comprovante de residência
    • Certidão de união estável ou casamento

    Canais de atendimento:

    • presencial:

Outras Informações

As Portarias SERIS nº 704/2015, publicada no Diário Oficial de Estado de Alagoas de 26 de outubro de 2015, e nº 401/2018, publicada no DOE de 06 de julho de 2018, dispõem sobre a regulamentação dos procedimentos operacionais nas Unidades Penitenciárias do estado de Alagoas, tal como visita de menor de idade, visita para internos em tratamento no Centro Psiquiátrico Judiciário, rol dos itens permitidos para entrada em todas as Unidades Prisionais. Essas e outras portarias estão disponíveis na “Área do Visitante” no site da SERIS, para mais informações acessem o lix: http://www.seris.al.gov.br/area-do-visitante/portarias

Este serviço é gratuito para o solicitante


Este é um serviço d(o)a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social. Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo, use o(s) telefone(s) (82) 3315-1744.


×
×